• O Norte de Goiás

Dos 13 atuais vereadores, apenas dois não irão disputar reeleição


Dos atuais 13 vereadores da Câmara Municipal de Minaçu, 11 irão concorrer à reeleição nas eleições municipais. Apenas Mateus Martins e Cabo Queiroz não irão concorrer novamente a uma vaga no Legislativo. Queiroz é candidato ao cargo de prefeito pelo PSL e abriu mão de concorrer novamente ao legislativo. Já Mateus Martins não se candidatou.

Migrações


Para concorrer novamente ao cargo em 2020, a maioria dos vereadores eleitos em 2016 migraram para outros partidos.


Permanecem na disputa, Admilson Seabra, que do PSDB passou para o DEM; Soldado Tavares que era do PROS e passou para o PSC; Edmilson do filo, era do PROS e passou para o PSC e Fabinho Santana que era do PSB e também passou para o PSC.

Gilvan era do PTC e passou para o PSDB, Ivonete era do PR e passou para o PSC. Já Professor Raimundo era do PROS, passou para o PSC e Rodolfo Torres que era do PTC e agora disputa reeleição pelo PSC. Silvio do Filo era do PP e também passou para o PSC.

Apenas Santino e Valmir Souza Dias permanecem no mesmo partido, Pros e MDB, respectivamente.

Nova sede

A partir de 2021, os vereadores eleitos irão contar com uma estrutura maior da Câmara. A nova sede custou em média R$2 milhões, e deve ampliar o acesso da população às sessões, e melhorar a estrutura dos gabinetes. São 250 lugares no auditório e um novo redesenho para o processo legislativo e administrativo.

Todos os direitos reservados - 2015-2019 Jornal O Norte de Goiás