• serra verde

Empresa terceirizada da Serra Verde atrasa salários de 80 funcionários



Ex-funcionários da TransMorais, empresa terceirizada que presta serviço de terraplanagem para a Serra Verde, reclamam do atraso nos salários após demissão em massa. A empresa também não realizou o pagamento dos acordos de rescisão dos contratos.


Em dezembro alguns funcionários já haviam sido dispensados. No último dia 20 de janeiro o segundo grupo deixou suas funções, já com o salário de dezembro atrasado, também não houve o pagamento total do 13° salário e por não haver acordo de rescisão, não tiveram direito a acessar as parcelas do Seguro Desemprego. Ao todo, de acordo com fontes ouvidas pelo Portal, 80 ex-funcionários estão nessa situação.


“Estamos passando necessidade. Faltando o básico dentro de casa. Muitos estão sobrevivendo com a ajuda de parentes. Tem pessoas que não tem o que comer, com mais de três alugueis atrasados”, lamenta um dos ex-funcionários.


Enquanto aguardam uma resposta da Serra Verde, eles se organizam em um grupo de Whatsapp, para dividir qualquer novidade sobre o caso. Eles já constituíram um advogado que, nesse momento, trabalha para garantir uma negociação amigável entre as empresas e os ex-funcionários.


Embora não haja vínculo empregatício direto com a Serra Verde, a empresa não está imune de responsabilidade sobre eventuais problemas contratuais com funcionários terceirados. O Portal NG tentou, de início, contato com a TransMorais, mas o telefone da empresa não completa mais as ligações. Também aguarda o contato do advogado constituído pelo grupo de trabalhadores.


O Portal NG mantem esse espaço aberto, tanto para a Serra Verde, quanto para a TransMorais.





E-mail da Redação: onortedegoias@gmail.com

Todos os direitos reservados - 2015-2019 Jornal O Norte de Goiás