• O Norte de Goiás

Justiça nega pela quarta vez tentativa de Nick de voltar ao cargo




O Tribunal de Justiça de Goiás negou, mais uma vez, um recurso do ex-prefeito Nick Barbosa para voltar ao cargo de prefeito. Nesta semana, o Tribunal analisou um recurso de apelação, . Com ele, é a terceira vez que Nick tem recurso negado pela Justiça, tanto pela comarca de Minaçu, quanto pelos desembargadores do TJ.

A Justiça de Minaçu já havia negado esse mesmo recurso, e Nick apelou para a segunda instância. Por unanimidade, os desembargadores do Tribunal também rejeitaram esse pedido.

Nick permanece cassado, com direitos políticos suspensos, tendo como base as acusações de corrupção julgadas procedentes pela Justiça. Ele pedia, através de um Agravo de Instrumento, para que o Tribunal revesse a cassação por discordar de trechos do processo e do rito da votação do relatório.


Entenda o caso


No centro do processo, está a contratação de um funcionário acusado de vender vagas de cirurgias em Goiânia. Eder Alves da Rocha era servidor lotado no gabinete da ex-secretária de Assistência Social, Lúcia Babosa, e recebia salário R$1.578,00 como assessor de gabinete.




Outro ponto do processo versa através da utilização de funcionários da Prefeitura para o transporte de madeira dentro da fazenda de propriedade do ex-prefeito.


O ex-prefeito Nick Barbosa, ao ter o mandato cassado em 2019, entrou com 2 mandados de segurança para anular a cassação.


No dia 4 de outubro, deste ano, a juíza negou uma dessas liminares, e ao julgar o mérito, manteve o afastamento de Nick e avalizou as denúncias apresentadas pela Câmara. Nick entrou com o recurso no TJ, em Goiânia, e os desembargadores decidiram negar novamente a liminar, desta vez por unanimidade.

Todos os direitos reservados - 2015-2019 Jornal O Norte de Goiás