• O Norte de Goiás

Rodovia que liga Palmeirópolis a Minaçu avança; obra será entregue em dezembro




A rodovia TO-141 que vai ligar Palmeirópolis até à divisa do município de Minaçu está em fase de operação, com 63,54% das obras de pavimentação concluídas, e dentro do cronograma de entrega. A previsão é de que a obra seja entregue totalmente pronta em dezembro deste ano, de acordo com o Governo do Estado do Tocantins.


Ao todo já foram concluídos 63,54% da pavimentação; sendo que o desmatamento e limpeza, terraplanagem, regularização de sub-leito e sub-base e obras de arte especiais (galerias e pontes) já estão concluídos; a base está 68,11% concluída.


A rodovia com pavimentação asfáltica vai melhorar a mobilidade e possibilitará também uma maior integração e a ampliação das relações comerciais entre os municípios de Palmeirópolis (TO) e Minaçu (GO). Além disso, também facilitará o escoamento da produção agrícola, fortalecendo o desenvolvimento econômico dos dois estados nessa região.


Do lado de Goiás


Já do lado de Goiás, a rodovia que pretende conectar a GO 132 ao Tocantins está longe de sair do papel. Não há previsão para a conexão do asfalto, antes que o governo conclua o trecho da mesma rodovia entre Minaçu e Colinas do Sul.


Obras no Tocantins

A obra até a divisa do Estado entrou em fase final. A rodovia está sendo contemplada com pista simples de mão dupla, pavimentada com a utilização do sistema de Tratamento Superficial Duplo (TSD), com a finalidade de suportar trânsito de veículos de carga. Esse sistema leva duas camadas de britas intercaladas com emulsão asfáltica e a sobreposição do acabamento em microrrevestimento asfáltico, de acordo com informações do Governo do To.


“Vamos aproximar ainda mais o extremo sul do Tocantins com o norte de Goiás, beneficiando a população dessas regiões com investimentos em mobilidade e acessibilidade; fortalecimento da agricultura e escoamento da produção; incentivo às relações comerciais; turismo; desenvolvimento econômico; dentre outras inúmeras oportunidades que surgirão com a pavimentação dessa rodovia”, destaca a secretária da Infraestrutura e presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Juliana Passarin.


Todos os direitos reservados - 2015-2019 Jornal O Norte de Goiás